Doce que nem um limão ...

Gosto de gestos delicados, palavras adocicadas, melodia que acalma a alma. Gosto de paz, sossego, silêncio. Eu sempre gostei de lugares menos movimentados, onde em poderia ouvir o vento carregando as folhas. Sou brisa suave, tudo que um dia foi caos em mim, hoje é calmaria.

Goreth Maia   (via indague)

E lá vou eu, nas minhas tentativas, às vezes meio cegas, às vezes meio burras, tentar acertar os passos.

Caio Fernando Abreu.    (via alentador)

É claro que isso não aconteceu. Nada acontecia como eu imaginava.

Quem é você, Alasca? (via isolavel)

No fundo, toda saudade morre afogada.

Eu me chamo Antônio (via cogitador)

Eu não sou legal, não mesmo. Acho que sempre tenho razão e quando minhas previsões dão certo olho com a cara mais abominável do mundo, dou um sorriso irônico e falo o clássico eu-te-avisei. É que, em geral, eu tenho razão. Essa é a primeira – e mais importante – coisa que você precisa aprender a meu respeito. (…) Não sei receber elogios, fico sem saber o que fazer, me atrapalho e acabo trocando de assunto – quando não troco as pernas e tropeço em algum canto de mim. Sorrio para disfarçar desconfortos. Se eu não gosto de você é bem provável que você tenha medo do meu olhar. E eu posso simplesmente não gostar de você de graça. Se eu gostar de você aviso de antemão que você é uma pessoa de sorte. Eu me entrego. Quem vive comigo sabe. Quem convive comigo sente. Eu amo poucos. Mas esses poucos, pode apostar, amo muito.

Clarissa Corrêa. (via acrescentada)
THEME